B-Gestão de estoques

Atualmente o conceito de estoque é mais bem entendido que a poucos anos atrás. Na década de 80, muitas empresas tiveram sérios problemas estratégicos por acharem que deviam baixar, a todo custo, a zero seus estoques, seduzidas por uma leitura equivocada das mensagens subliminares passadas pela superioridade incontestável dos sistemas de gestão japoneses. Hoje sabemos que o devemos buscar é não ter uma grama de estoques a mais que a quantidade estritamente necessária estrategicamente. Uma represa é o exemplo da necessidade de estoques. Como o fornecimento de chuvas às cidades não é constante, é necessário que se estoque água (represa) para propiciar o consumo constante de água por uma população.

A principal função dos estoques é proporcionar independência às fases do processo de transformação. Quanto mais estoques, mais os processos são independentes entre si, evitando, assim, interrupções. No entanto, a independência entre processos compromete a confiabilidade do sistema integrado de produção, uma vez que um processo passa a não perceber imediatamente a ocorrência de falhas do processo anterior.

Dessa forma, quais as razões para o surgimento de estoques? Existem diversas formas de justificar a presença de estoques, como: (i) pela impossibilidade de coordenar o suprimento e a demanda; (ii) estoques podem ser usados com o objetivo de especulação; (iii) pela incerteza do suprimento e previsões de demanda. A dificuldade em coordenar ocorre muitas vezes por falta de informações sobre capacidade, produtividade, custos de obtenção, geração e manutenção de estoques e restrições tecnológicas. E especulação pela escassez de produtos no mercado pode propiciar oportunidade de aumento de ganhos pela variação de preços do produto (até então, estoque) no mercado. As incertezas de suprimento e demanda determinam a existência de estoques de segurança.


Modelo de gestão de estoques

Um dos modelos mais tradicionais de gestão de estoques é o modelo de ponto de reposição e 'lote econômico'. Todas as vezes que determinada quantidade do item é retirada do estoque, verifica-se a quantidade restante. Se essa quantidade é menor que uma quantidade predeterminada, chamada de 'ponto de reposição', compramos ou produzimos internamente determinada quantidade chamada de 'lote de ressuprimento'. O fornecedor leva determinado tempo, chamado 'lead time', até que possa entregar a quantidade pedida, ressuprindo o estoque.

Determinamos os parâmetros dos sistema por uma abordagem de custos:

Cf = Custo fixo de fazer o pedido de ressuprimento. 'Fixo' porque esse custo não varia com a quantidade pedida.

Ce = Custo unitário anual de estocagem. Inclui todos os custos de manter o item em estoque.

Ca = Custo de armazenagem: Calcula-se multiplicando o estoque médio do lote (L = lote) pelo custo unitário anual de estocagem

Ca = Ce x (L/2)

Cp = Custo de pedido: Calcula-se multiplicando o custo fixo de um pedido pelo número total de pedidos feitos ao longo do ano. Dado pela demanda anual (DA) dividido pelo tamanho do lote (L)

Cp = Cf x (DA/L)

Ct = Custo total: O custo total de manutenção de estoques é a soma dos custos anuais de armazenagem e custos de pedido.

Ct = Ca + Cp

Fazemos uma análise dos custos de armazenagem e de pedido em função da variação do tamanho do lote. Adotamos um custo fixo de R$10,00, um custo anual de estoque de R$2,00/ unidade e a demanda anual de 8.000 unidades. Percebemos que o custo total mínimo é aquele em que o custo de armazenagem se igual ao custo de pedido.

L Ca = Ce x (L/2) Cp = Cf x (DA/L) Ct = Ca + Ce
10 10 16000,0 16010,0
50 50 3200,0 3250,0
100 100 1600,0 1700,0
150 150 1066,7 1216,7
200 200 800,0 1000,0
250 250 640,0 890,0
300 300 533,3 833,3
350 350 457,1 807,1
400 400 400,0 800,0
450 450 355,6 805,6
500 500 320,0 820,0
550 550 290,9 840,9
600 600 266,7 866,7
650 650 246,2 896,2
700 700 228,6 928,6
750 750 213,3 963,3
800 800 200,0 1000,0



Le = Lote econômico: O lote econômico ocorre quando os custos de armazenagem se igualam aos custos de pedido. Esse é o tamanho de lote para o qual a soma dos custos é mínima.

Ca = Cp

Ce x (Le/2) = Cf x (DA/Le)


Assim a fórmula do lote econômico é dado por:

Le =  Raíz [ (2 x DA x Cf) / Ce ]



Curva ABC

A técnica ABC é uma forma de classificarmos todos os itens de estoque em três grupos, baseados em seu valor total anual de uso. O objetivo é definirmos grupos e associarmos a estes, diferentes sistemas de controle de estoque resultando em um sistema total mais eficiente em custos. Assim, sistemas de estoques mais caros possuem um controle mais rigoroso que o sistema de estoque de itens mais baratos. (Em valor de uso). Os passos para aplicar a técnica são os seguintes:

  1. Para cada item de estoque, determinar a quantidade total utilizada no ano anterior.
  2. Determinar o custo médio de cada um dos itens de estoque.
  3. Calcular para cada item de estoque o custo anual total de uso, multiplicando o custo médio de cada item (2) pela quantidade utilizada no ano (1)
  4. Ordenar em uma lista todos os itens em valor decrescente do valor de uso ($) 
  5. Calcular os valores acumulados de valor de uso para toda lista
  6. Calcular os valores acumulados em termos percentuais relativo ao valor total acumulado
  7. Plotar esses valores calculados no gráfico
  8. Definir as três regiões conforme a inclinação da curva resultante. Região A (Grande inclinação), região B (Média inclinação), região C (Pequena inclinação)

Item Uso anual (unidades) Custo médio Uso anual (R$) Uso anual acumulado(R$) Uso anual acumulado(%)
1 249 R$ 186,00 R$ 46.251,04 R$ 46.251,04 6,42%
2 240 R$ 188,00 R$ 45.065,97 R$ 91.317,00 12,68%
3 221 R$ 194,00 R$ 42.817,87 R$ 134.134,87 18,63%
4 202 R$ 192,00 R$ 38.815,48 R$ 172.950,35 24,02%
5 164 R$ 205,00 R$ 33.609,70 R$ 206.560,05 28,68%
6 212 R$ 149,00 R$ 31.554,56 R$ 238.114,61 33,06%
7 144 R$ 208,00 R$ 29.985,08 R$ 268.099,69 37,23%
8 159 R$ 180,00 R$ 28.556,37 R$ 296.656,06 41,19%
9 184 R$ 149,00 R$ 27.412,23 R$ 324.068,29 45,00%
10 184 R$ 140,00 R$ 25.789,95 R$ 349.858,24 48,58%
11 125 R$ 196,00 R$ 24.533,93 R$ 374.392,17 51,99%
12 131 R$ 185,00 R$ 24.154,12 R$ 398.546,29 55,34%
13 130 R$ 169,00 R$ 21.945,02 R$ 420.491,31 58,39%
14 183 R$ 115,00 R$ 21.030,67 R$ 441.521,98 61,31%
15 111 R$ 186,00 R$ 20.694,41 R$ 462.216,39 64,18%
16 128 R$ 146,00 R$ 18.703,70 R$ 480.920,09 66,78%
17 99 R$ 153,00 R$ 15.173,13 R$ 496.093,23 68,89%
18 161 R$ 84,00 R$ 13.538,50 R$ 509.631,72 70,77%
19 94 R$ 143,00 R$ 13.485,52 R$ 523.117,24 72,64%
20 178 R$ 75,00 R$ 13.378,86 R$ 536.496,11 74,50%
21 231 R$ 57,00 R$ 13.143,14 R$ 549.639,25 76,32%
22 222 R$ 55,00 R$ 12.214,50 R$ 561.853,75 78,02%
23 122 R$ 93,00 R$ 11.366,69 R$ 573.220,44 79,60%
24 191 R$ 56,00 R$ 10.695,44 R$ 583.915,88 81,08%
25 130 R$ 77,00 R$ 10.007,12 R$ 593.923,00 82,47%
26 105 R$ 94,00 R$ 9.889,28 R$ 603.812,28 83,85%
27 183 R$ 53,00 R$ 9.686,38 R$ 613.498,66 85,19%
28 201 R$ 46,00 R$ 9.223,95 R$ 622.722,61 86,47%
29 110 R$ 79,00 R$ 8.718,46 R$ 631.441,07 87,68%
30 63 R$ 126,00 R$ 7.903,28 R$ 639.344,35 88,78%
31 235 R$ 31,00 R$ 7.275,34 R$ 646.619,69 89,79%
32 82 R$ 88,00 R$ 7.233,07 R$ 653.852,76 90,79%
33 131 R$ 46,00 R$ 6.004,48 R$ 659.857,24 91,63%
34 32 R$ 186,00 R$ 5.941,56 R$ 665.798,80 92,45%
35 42 R$ 141,00 R$ 5.930,08 R$ 671.728,88 93,28%
36 40 R$ 139,00 R$ 5.590,94 R$ 677.319,82 94,05%
37 37 R$ 147,00 R$ 5.450,85 R$ 682.770,68 94,81%
38 200 R$ 27,00 R$ 5.386,75 R$ 688.157,43 95,56%
39 228 R$ 23,00 R$ 5.240,49 R$ 693.397,92 96,29%
40 74 R$ 65,00 R$ 4.800,49 R$ 698.198,41 96,95%
41 153 R$ 28,00 R$ 4.275,17 R$ 702.473,58 97,55%
42 111 R$ 32,00 R$ 3.556,62 R$ 706.030,20 98,04%
43 67 R$ 48,00 R$ 3.222,13 R$ 709.252,33 98,49%
44 22 R$ 100,00 R$ 2.227,64 R$ 711.479,97 98,80%
45 122 R$ 16,00 R$ 1.958,67 R$ 713.438,64 99,07%
46 19 R$ 102,00 R$ 1.907,64 R$ 715.346,27 99,33%
47 170 R$ 10,00 R$ 1.702,20 R$ 717.048,47 99,57%
48 11 R$ 137,00 R$ 1.532,96 R$ 718.581,43 99,78%
49 8 R$ 173,00 R$ 1.409,30 R$ 719.990,73 99,98%
50 5 R$ 29,00 R$ 153,80 R$ 720.144,52 100,00%




  1. Estoques em sistemas produtivos são bons ou ruins?
  2. Dê exemplos de negócios de seu conhecimento que conseguem ganhar dinheiro com estoques especulativos.
  3. Qual a relação entre altos tempos de preparação de máquinas (setup) e surgimento de estoques entre processos?
  4. Porque processos sujeitos a incertezas podem precisar de estoques?