Blog‎ > ‎

Uma noção sobre Teoria das Restrições

postado em 28 de nov de 2012 04:52 por João Flávio de Freitas Almeida   [ 17 de abr de 2014 09:02 atualizado‎(s)‎ ]

O entendimento da influência das restrições é fundamental na habilidade de gestão da produçãoUma restrição é qualquer fator que limita o desempenho de uma empresa. A capacidade é definida como a taxa máxima (saída) de um sistema. As restrições, localizadas no interior dos processos, podem ocorrer no início ou no fim de uma cadeia de suprimentos. O gargalo é por definição o recurso restritivo de capacidade. 
Existem 3 tipos de restrições: (1) Físicas: máquinas, mão de obra, matéria prima, qualidade; (2) Mercado: demanda menor que capacidade e finalmente (3) Administrativa: políticas, indicadores que retardam o fluxo de trabalho.

Administrando restrições em toda organização - Teoria das Restrições (TOC)

Decisões sobre restrições devem envolver toda organização. O aumento ou redução de capacidade implica em decisões sobre processos. A Teoria das Restrições é uma abordagem gerencial sistemática que foca ativamente na gestão de restrições que impedem o avanço da empresa em relação à sua meta. Desenvolvido a cerca de 3 décadas por Eli Goldratt, os métodos de TOC aumentam o lucro das empresas de forma mais eficaz se comparados a métodos tradicionais de contabilidade, pois são mais sensíveis ao mercado. Usamos as seguintes medidas de capacidade, utilização e desempenho na TOC:
  1. Capacidade: Output: Número de produtos/mês (gama extensa de produtos implica em difícil mensuração); Input: Capacidade do processo (Número de estações de trabalho e trabalhadores. Análise do número de produtos que se poderia ser feito no mês).
  2. Utilização: Taxa média de produção / capacidade máxima. (Difícil calcular a capacidade máxima como já citado acima);
  3. DesempenhoÉ importante entender medidas operacionais, assim como é importante relacioná-las a medidas financeiras, pois estas últimas são mais bem compreendidas no nível da empresa. As medidas operacionais são: nível de inventário, ganho, despesas operacionais, utilização.

Metodologia de planejamento pela TOC
  1. Identificar os gargalos do sistema (Fornecedores? processos? Demanda?)
  2. Explorar os gargalos;
  3. Subordinar todas as outras operações ao nível do gargalo; (passo2)
  4. Elevar os gargalos;
  5. Não permitir que a inércia se instaure: Volte ao passo 1.