Blog‎ > ‎

A importâcia da integração de processos

postado em 28 de nov de 2012 04:50 por João Flávio de Freitas Almeida   [ 17 de abr de 2014 09:05 atualizado‎(s)‎ ]

Empresas buscam lucratividade através da integração de suas atividades, processos, orçamentos, planos de produção e serviço, logística, entre outros. Todo projeto de integração visa o aumento da lucratividade, no entanto, as variáveis que representam todas as atividades da empresa são muitas.


Dessa forma, a modelagem, através de representações gráficas, fluxogramas e diagramas permite a visualização de um processo complexo como um processo simplificado e integrado. Esta viabiliza que as partes possam contribuir para um todo. Além dessas ferramentas, tem-se também os infográficos que são ferramentas para auxiliar o entendimento do funcionamento completo da atividade da empresa através de uso de desenhos esquemáticos dos processos chaves, não se prendendo a detalhes das operações.


Entendendo melhor as atividadesum exemplo e aplicação

Empresas mapeiam o mercado através de segmentação de clientes. Esta atividade permite que a empresa possa ranquear os clientes por importância. Estes critérios envolvem quesitos de custo de servir o cliente, quantidade de pedido dos clientes, frequência de pedido, localização, entre outros. Esta informação é fundamental para determinar o nível de serviço que a empresa pode disponibilizar a cada cliente. Clientes que geram mais lucro à empresa possuem níveis de serviço mais altos. O objetivo é manter fiel os clientes mais lucrativos.

A estratégia de segmentação de clientes é acompanhada com previsões de demanda. O contato com clientes potenciais permite que informações de demanda não sejam apenas estimadas mas compartilhadas com os clientes. Esse processo permite que a previsão seja feita com mais acurácia.
Esta informação é a informação principal para se dar início o estudo de planejamento integrado da cadeia de suprimentosplanejamento estratégico, planejamento financeiro, planejamento de utilidades e de recursos materiaisNesse momento, a necessidade de se unir todas as variáveis que podem ser combinadas de diversas maneiras abre oportunidade para que os modelos de otimização combinatória possam auxiliar os tomadores de decisão a determinar planos integrados e coerentes com os recursos disponíveis na empresa. A capacidade de atendimento da demanda e os prazos são definidos também nesse momento. Informações do modelos determinam futuras reservas de capacidade de produção. Estas, são confirmadas, após o recebimento formal do pedido de produtos dos clientes. Estes pedidos formam, no curto prazo, a demanda real de produção.
Importante ressaltar aqui a necessidade da atualização do modelo de planejamento integrado , juntamente com parâmetros dos processos produtivos. Esse é o momento de antecede a produção, dessa forma, é necessário muita acurácia nas informações do plano. Em todo momento, em paralelo à atividade de planejamento da produção, faz-se o planejamento estratégico, tático e operacional dos sistemas logísticos de distribuição. A estratégia de distribuição interfere na determinação de locais de produção visando fazer o atendimento ao cliente ao menor custo possível e ao nível de serviço estipulado nos indicadores de desempenho. A estratégia de distribuição pode contar com Centros de Distribuição, que são galpões altamente automatizados, com sistemas de informação que interligam as bases de dado de toda empresa e visam a redução de custos logísticos e aumento do nível de serviço aos clientes.

entrega dos produtos aos clientes é acompanhada com o checklist para verificação do cumprimento das metas determinadas pela empresa em relação aos níveis de serviço, ranqueados em função das margens provenientes dos produtos a cada cliente. As informações não terminam. Os clientes mudam suas estratégias, assim como os fornecedores. Dessa forma os dados e indicadores de desempenho devem ser revisados constantemente para que a empresa saiba que a estratégia traçada possa sempre ser vencedora. A modelagem de operações permite que o processo, mesmo em constante mudança, possa ser acompanhado de forma facilitada por todos integrantes da empresa, que de uma forma ou de outra são os agentes transformadores.